sexta-feira, 31 de março de 2017

Professor do Instituto Dagaz leva oficina de Circo a ação social


Incorporado à prática filantrópica, o professor de Circo do Instituto Dagaz, Cristiano Ribeiro, vai ser o responsável por divertir as crianças do bairro Volta Grande III neste domingo, dia 2. Será promovido um evento de ação social por um morador, Edson Oliveira, e a convite do mesmo, Cristiano levará a cultura circense para a rua, especificamente na Avenida Beira Rio.
            O evento é direcionado ao público infanto-juvenil, mas é aberto a toda comunidade e está programado para acontecer das 13h30 às 16h30. Além da oficina de Circo, será oferecido corte de cabelo gratuito, pula-pula, pipoca, algodão doce e outras atividades para as crianças. A ação conta com colaboração de moradores e comerciantes do bairro.
            O professor Cristiano já está habituado a oferecer a oficina em comunidades e escolas, gratuitamente, além das aulas que ministra no Condomínio Cultural. Ele reconhece que no bairro há poucas programações na rua voltadas para as crianças e também por isso se sensibilizou a aceitar o convite.
- Resolvi participar para ajudar a comunidade, levar a cultura do circo às pessoas que não têm acesso, para não deixar morrer a essência do circo e ajudar a carência do bairro, em questão de eventos. É uma forma de resgatar as crianças para os nossos projetos. Sempre levo as oficinas para as pessoas mais carentes, por doação mesmo – contou, admirado com a iniciativa do morador, Edson Oliveira, em proporcionar esse momento à população local.
Escolas e comunidades que tiverem interesse em receber uma oficina de Circo, com apoio do Instituto CCR, CCR NovaDutra e MRS Logística, devem entrar em contato direto com Cristiano Ribeiro, na sede da ONG, no Condomínio Cultural. O agendamento deve ser feito de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. A sede fica na Rua Sargento Paulo Moreira, nº 248, no bairro Volta Grande III, em Volta Redonda.

terça-feira, 28 de março de 2017

Instituto Dagaz leva Contação de Histórias e Cinestesia Kids a escola de Porto Real


O Instituto Dagaz levou Contação de Histórias e o projeto Cinestesia Kids na manhã desta terça-feira, dia 28, para a Escola Municipal Sebastião Barbosa de Almeida, no bairro Bulhões, em Porto Real. As atividades, apoiadas pela MRS Logística, Instituto CCR e CCR NovaDutra, apresentaram aos alunos a história “O amor está no ar” e o filme “Um plano para salvar o planeta”. A execução dos projetos no município é resultado de parceria da ONG com a Prefeitura Municipal de Porto Real, através da Secretaria de Educação.
“O amor está no ar” é de autoria do ator e diretor Paulo Rangel. A escolha do tema dentro do projeto busca atender as necessidades do público-alvo, através de prévia avaliação entre a instituição que recebe e a coordenação do Dagaz. Segundo Paulo Rangel, que dirige a Companhia Teatral Granada, as encenações ajudam no trabalho didático.
- O teatro tem a facilidade de atingir um objetivo muito mais fácil do que outro método didático, porque o aluno interage com o assunto e não fica cansativo, por ser bem dinâmico. O teatro já tem essa liberdade e acaba sendo um reforço de um trabalho que vem sendo desenvolvido – explicou o ator.
O amor contado e cantado convidam o público a se transportar e se envolver numa história romântica e divertida. Com canções alegres e situações inusitadas “O amor está no ar”, nos traz graça e humor na medida certa.  Mostrando que só o amor pode transformar o mundo e que os valores que importam passam pelo coração.
- A história fala de uma garota que quer se apaixonar e casar e na busca do seu par, encontra pessoas que lhe darão retornos financeiros. Mas, no final das contas, ela percebe que o amor não é baseado em coisas materiais. O objetivo é tirar essa visão materialista. Algo importante a ser abordado com as crianças – considerou Paulo Rangel, que encenou com a atriz Vitória Medeiros.







Agenda
Nesta quarta-feira, dia 29, é a vez do município de Piraí receber os projetos do Instituto Dagaz. Através também de parceria com a prefeitura, através da secretarias municipais de Educação e Cultura, na Escola Eucalipto, localizada no bairro Varjão, os estudantes vão assistir à história do diretor Paulo Rangel a partir das 10h e na Escola de Ribeirão das Lajes será a partir das 13h. As crianças da Escola Rosa Carelli da Costa, no bairro Varjão, também vai assistir a mais uma edição do Cinestesia Kids, às 9h30, e à tarde, terá Cinestesia para os demais alunos. 

segunda-feira, 27 de março de 2017

Com apoio do Instituto Dagaz, skatista de Volta Redonda lança documentário sobre viagem à China

Com apoio do Instituto Dagaz, será lançado no dia 1º de abril, sábado, o "Nava China minidocumentário e vídeo parte". A obra cinematográfica, produzida pelo skatista profissional de Volta Redonda Maurício Nava, retrata sua viagem à China, em 2016. O lançamento será realizado no 023 Skate Plaza, na Praça Pandiá Calógeras, no bairro Sessenta, em Volta Redonda, a partir das 16 horas.
Nava, que também é jornalista, uniu as duas profissões nesse trabalho. Ele passou um mês no país oriental e desbravou picos de Pequim, Shenzhen, Guagzhou e Foshan. O documentário, apoiado pela ONG, tem cerca de 20 minutos de duração, e é como um diário de bordo da viagem. O skatista foi além das manobras e conheceu um pouco da cultura, costumes e culinária local.
Parceria
- Fiquei bastante feliz pela abertura e facilidade que o Dagaz recebeu o meu projeto. Acho muito interessante e válido a organização ajudar a promover a cultura e o skate na região. Pois, às vezes, nós queremos realizar e promover e não sabemos exatamente em qual direção ir para buscar apoios e até estrutura para o lançamento, que é o meu caso – disse Maurício Nava, grato pelo apoio.
E foi com a reconhecida experiência do Instituto Dagaz em realizar atividades na rua, como levar o cinema para as praças, que surgiu a parceria com Maurício Nava. O skatista procurou a ONG para auxiliar no lançamento do documentário, com os equipamentos audiovisuais, o que gerou orgulho para o instituto.
- O Instituto Dagaz está muito orgulhoso com essa parceria. Principalmente por apoiarmos o esporte urbano. É um prazer poder fazer essa parceria com um grande skatista de Volta Redonda, trazendo a experiência dele viajando o mundo para a nossa comunidade – considerou a coordenadora geral, Clarisse Netto.
O evento
O ambiente onde vai acontecer a exibição, que tem tudo a ver com o tema, é um DIY (Do It Yourself) – “faça você mesmo” – que como o nome sugere, foi construído pelos skatistas locais, com apoio da prefeitura. A programação conta também com disputa de manobras nas categorias mirim iniciante e amador. E para acompanhar, antes e depois da exibição do documentário, a música vai rolar com DJ Muffin.





Serviço
Lançamento do "Nava China minidocumentário e vídeo parte" com apoio do Instituto Dagaz
Data: 1º de abril, sábado
Horário: 16h
Local: 023 Skate Plaza, Praça Pandiá Calógeras, bairro Sessenta, Volta Redonda
O teaser pode ser conferido no YouTube: “Teaser Nava China Documentary” no canal do skatista

quarta-feira, 22 de março de 2017

Instituto Dagaz promove ‘Futsal Saudável’ no próximo sábado


Para que a prática esportiva seja produtiva, manter uma alimentação saudável é fundamental, principalmente para as crianças, que estão em fase de crescimento. E foi essa preocupação que fez a professora de futsal do Instituto Dagaz, Angélica Carvalho, promover o “Futsal Saudável”. No próximo sábado, dia 25, a garotada vai jogar um amistoso na Arena Professor Paulo Camargo, no Aterrado, em Volta Redonda, a partir das 8 horas, com piquenique nos intervalos.

A professora contou que vem incentivando o consumo de alimentos saudáveis, nos treinos, desde fevereiro deste ano, e já percebeu os resultados. Angélica disse que percebia a dificuldade de fazer com que as crianças levassem frutas e sucos para as aulas. E aos poucos, educou tanto os alunos quanto as famílias, que agora são cobradas pelos meninos a levarem lanches nutritivos.

- O esporte pode ser usado como ferramenta de ajuda em todos os sentidos. E no caso da alimentação, por exemplo, é um fator essencial para o futsal, assim como para qualquer modalidade. Era difícil fazer com que as crianças, principalmente as de três a cinco anos, levassem a garrafinha de água. Agora, vemos as crianças e os familiares empenhados. É gratificante – comemorou.

O amistoso desse sábado terá a participação de alunos de três a 11 anos de idade. Cada criança levará um alimento saudável para confraternizar nos intervalos. E esse será um momento também de oportunizar melhor a vivência do esporte para o time "chupetinha", que jogará futebol society, na grama sintética. “Essa vai ser uma vivência diferente para muitos deles, uma motivação, para eles sentirem que estão jogando de verdade”, disse Angélica.

A Arena Professor Paulo Camargo fica na Praça Independência e Luz II. As disputas serão realizadas entre os alunos do Instituto Dagaz e os jogos estão previstos para seguirem até o meio-dia e podem ser assistidos por toda a comunidade. O projeto esportivo tem entre os apoiadores o Instituto CCR, CCR NovaDutra e MRS Logística.

Futsal
O Instituto Dagaz oferece aulas de futsal para crianças de três a 11 anos, às terças e quintas-feiras. Para os interessados de 6 a 9 anos e de 10 e 11 anos de idade, ainda há vagas. Os horários das aulas para essas turmas são de 9h às 10h e de 15h às 16h, respectivamente.

As matrículas devem ser feitas na sede da ONG, no Condomínio Cultural, no bairro Volta Grande III. O horário de funcionamento é das 9h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. As aulas acontecem na quadra ao lado da sede do Instituto Dagaz.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Dia da Igualdade Racial: Instituto Dagaz expõe 'A Cozinha dos Quilombos' na OAB-VR

No Dia Internacional da Igualdade Racial, 21 de março, terça-feira, a exposição fotográfica do livro "A Cozinha dos Quilombos: Sabores, Territórios e Memórias" estará na sede da OAB de Volta Redonda. A mostra do Instituto Dagaz poderá ser conferida a partir das 18 horas, no auditório, onde acontece a mesa redonda "Desigualdade étnico-racial, direitos e cidadania: um olhar jurídico social". 
Com intuito de identificar histórias, culturas e costumes culinários, o livro e a exposição fotográfica são resultados de um projeto de pesquisa, desenvolvido pelo Instituto Dagaz, em 2014. Foram mapeadas e visitadas 29 comunidades quilombolas no estado do Rio de Janeiro. A exibição é composta por obras dos fotógrafos Davy Alexandrisky, Wallace Feitosa, Fred Borba e Lidiane Camillo. 
- É muito importante poder estar dentro da OAB, dando visibilidade às comunidades quilombolas. Essas comunidades merecem nosso respeito e nosso olhar, pois eles nos remetem a memórias muito fortes para a história deste país - destacou a coordenadora de Programação, Renata Ferreira. 
O projeto do livro foi impulsionado pela Lei de Incentivo à Cultura, do Estado do Rio de Janeiro, e obteve patrocínio da Concessionária de Energia Light. Além disso, em 2015, o livro também recebeu o prêmio de Cultura Afro-Fluminense promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR-PR). 
Prêmio Ponto de Memória
Em turnê 2016/2017, pelo cumprimento do edital do Ministério da Cultura - Ibram (Instituto Brasileiro de Museus), "A Cozinha dos Quilombos", através da ONG, foi contemplado em 2014, com reconhecimento nacional de Ponto de Memória. 

O prêmio busca reconhecer iniciativas de práticas museais e de processos dedicados à memória social que se identifiquem com a perspectiva da museologia social, da diversidade sociocultural e da sustentabilidade. É voltado para grupos étnicos-culturais tais como indígenas, afro-descendentes, ciganos, ribeirinhos, quilombolas, rurais, urbanos, de periferia, cultura litorânea, comunidades brasileiras no exterior, entres outros.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Grupo D'Danda realiza oficina de Dança Afro

A Praça Roberto de Pinho Soares, no bairro Volta Grande III, em Volta Redonda, vai receber a oficina de Dança Afro do grupo D'Danda. O evento será realizado no dia 29 de março, quarta-feira, a partir das 19 horas, em frente ao Condomínio Cultural, sede do Instituto Dagaz. A realização da oficina conta com apoio do Instituto CCR, CCR Nova Dutra, MRS Logística, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Fundo para a Infância e Adolescência de Volta Redonda (FINAD-VR).


quinta-feira, 16 de março de 2017

‘Cinestesia’ participa da Semana da Poesia de Volta Redonda


O projeto ‘Cinestesia’, do Instituto Dagaz, está na programação da Semana Municipal de Poesia de Volta Redonda. Nesta sexta-feira, dia 17, a partir das 13h, será exibido o documentário “Fala Tu” na Biblioteca Municipal Raul de Leoni. O convite à ONG para participar do evento, gratuito e aberto ao público, foi da Secretaria Municipal de Cultura, através da coordenadora de Projetos da biblioteca, Regina Vilarinhos.

Está será uma participação especial do ‘Cinestesia’, patrocinado pelo Instituto CCR, CCR NovaDutra e MRS Logística, direcionada à comemoração do Dia Nacional da Poesia, celebrado no último dia 14. Assim como em todas as edições, a escolha cinematográfica visa promover debate social e cultural, de acordo com o evento e que conversa com o público em geral. A Semana Municipal da Poesia segue até o dia 21, terça-feira, e marca ainda o mês do bibliotecário.

A coordenadora geral do Instituto Dagaz, Clarisse Netto, comemorou o convite: “Nos sentimos honrados por ser um projeto muito bacana que traz movimentação para a biblioteca da cidade e que consegue levar cultura através de diversas linguagens”, considerou. Clarisse explicou ainda a escolha do documentário foi pela discussão da linguagem do Rap, “que tem tudo a ver com a temática do evento, por ser uma forma de levar a abordagem através de uma poesia ritmada”, disse. 

Serviço: 
Cinestesia na Semana Municipal da Poesia
Exibição do documentário "Fala Tu"
Data: 17/03 - sexta-feira
Horário: A partir das 13h
Local: Biblioteca Municipal Rual de Leoni, Vila Santa Cecília, Volta Redonda
Classificação: Livre

Ginásio do Conforto recebe amistoso de futsal infantil nesta sexta-feira


Nesta sexta-feira, dia 17, turmas de futsal do Instituto Dagaz vão jogar fora de casa. A garotada das categorias sub-06, sub-07 e sub-08 vai participar de três jogos amistosos. As partidas acontecem a partir das 19h, no ginásio da Rua 249, no bairro Conforto, em Volta Redonda.

O time Dagaz, patrocinado pelo Instituto CCR e CCR NovaDutra, vai enfrentar o Suel Futsal, do bairro Eucaliptal. Segundo a professora Angélica Carvalho, essa vai ser a primeira oportunidade de alguns alunos de jogar em uma quadra mais profissional. E um dos objetivos da iniciativa é prepara-los para competições, como a Copa Diarinho.

- Esses jogos são feitos para estreitar e fazer novas amizades. Além de proporcionar aos alunos uma noite agradável, com a prática esportiva, ter as famílias mais próximas e cada vez mais participativas - destacou Angélica.

Cerca de 20 alunos vão participar dos jogos. O Instituto Dagaz oferece aulas de futsal para crianças de 4 a 11 anos, às terças e quintas-feiras. Para os interessados de 6 a 9 anos e de 10 e 11 anos de idade, ainda há vagas. Os horários das aulas para essas turmas são de 9h às 10h e de 15h às 16h, respectivamente.

As matrículas devem ser feitas na sede da ONG, no Condomínio Cultural, no bairro Volta Grande III. O horário de funcionamento é das 9h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. As aulas acontecem na quadra ao lado da sede do Instituto Dagaz. 



quarta-feira, 15 de março de 2017

Rugby: Instituto Dagaz oferece vagas para crianças e jovens


O Instituto Dagaz está com vagas abertas para as aulas gratuitas de Rugby. A modalidade é direcionada para crianças e jovens, de 6 a 18 anos, que são divididas em três turmas. As inscrições são realizadas no Condomínio Cultural, sede da ONG, no bairro Volta Grande III. Para se matricular, o interessado precisa informar apenas nome completo, idade, telefone e endereço. Quando menor de 18 anos, deve estar acompanhado de um responsável, munido de documentação. As matrículas devem ser feitas de segunda a sexta-feira, de manhã, das 9h às 12h, ou à tarde, das 14h às 17h.

O Rugby é coordenado desde o ano passado pela professora de Educação Física Deborah Ciarla. A prática conta ainda com outros três professores. Segundo Deborah, o grande objetivo é fidelizar mais alunos. "Queremos disseminar o Rugby, principalmente nas escolas, e desenvolver a cultura desse diferente esporte na região", observou. Anualmente, o Instituto Dagaz realiza festival com equipes visitantes. A profissional explicou que competição não é o foco principal. No entanto, a equipe já participou de torneios e seletivas no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, e dois alunos chegaram a disputar em âmbito nacional, como jogadores da Seleção Fluminense.

Rugby
A modalidade é oferecida pelo Instituto Dagaz há quatro anos, com patrocínio do Instituto CCR e CCR NovaDutra. As aulas no Condomínio Cultural acontecem às segundas e quartas-feiras. Para a turma com alunos entre 6 e 9 anos, das 18h30 às 20h, aos participantes de 10 a 13 anos, das 14h às 15h30, e para os jovens de 14 a 18 anos, das 18h30 às 20h. Todos os professores – Carla Araújo, Kaio Martins e Jéssica Lopes – são formados em Educação Física e seguem metodologia de ensino, sempre potencializando a formação especializada.

Deborah explicou que o Rugby chegou ao Brasil junto com o futebol, porém, foi elitizado por muito tempo. “Estamos realizando a inversão dessa história, popularizando o esporte na região. Além de uma prática esportiva, o Rugby traz a essência de valores importantes para nossa vida em sociedade, como respeito, solidariedade, integridade, paixão e disciplina”, considerou.



Resultados
A presidente do Instituto Dagaz, Marinez Fernandes, avalia que o longo desses quatro anos oferecendo a modalidade, os resultados surpreenderam e o grupo tem conseguido expandir a participação e as parcerias.

- Esse esporte é um diferencial que oferecemos e que temos conseguido perceber os benefícios, tanto no âmbito esportivo, de competitividade saudável, quanto social, com os valores que a modalidade traz. Temos uma grande parceria em Volta Redonda com a Secretaria Municipal de Educação e, agora também, com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e vamos chegar a dez turmas em diferentes pontos neste ano. Com a Prefeitura de Pinheiral estamos há quatro anos e estamos com um grande projeto. Posso considerar o mais audacioso na modalidade que é um Centro de Referência do Esporte, em parceira com Ministério do Esporte e com a prefeitura, para 300 jovens. É uma grande realização - destacou a presidente.

E uma das grandes responsáveis pelo sucesso do projeto esportivo é a coordenadora Deborah, referência no país. Formada em Educação Física pela UFRRJ, a professora é especialista em Esportes Coletivos e para PcD na UFJF, com todos os cursos da área no Brasil. Cerca de dois mil professores foram capacitados pela profissional, quando coordenou o Impacto Olímpico e criou a primeira disciplina de Rugby em universidade no Rio de Janeiro, o segundo em caráter nacional. Atualmente, ela atua na Confederação Brasileira, onde é responsável pelo desenvolvimento do Rugby Infantil no Brasil.

Serviço
Inscrições gratuitas para o Rugby do Instituto Dagaz
Local: Condomínio Cultural - Rua Sargento Paulo Moreira, nº 248, Volta Grande III
Horários: Segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h
Público: Crianças e jovens, de 6 a 18 anos




terça-feira, 14 de março de 2017

Dagaz leva ‘Cinestesia’ a escola de Quatis


O município de Quatis será o primeiro deste ano a receber o projeto ‘Cinestesia’, do Instituto Dagaz, na versão para as escolas. Nesta quarta-feira, dia 15, alunos da Escola Municipal Maria Helena Rafael de Elias, no Centro, vão assistir aos filmes ‘Vida Maria’ e ‘Abraço de Maré’. O projeto, patrocinado pela CCR, CCR NovaDutra e MRS Logística, exibirá três sessões, ao longo do dia, para alunos do 6º, 8º e 9º anos. 

A coordenadora do ‘Cinestesia’, Marise Vieira, considerou que o projeto teve um bom retorno das escolas onde houve exibição cinematográfica e acredita no sucesso também desta edição. “O projeto em 2016 foi muito bem aceito pelos alunos e teve um excelente retorno das escolas e, nesse ano, estamos retornando o atendimento a pedido da coordenação pedagógica da Secretaria de Educação de Quatis”, afirmou. 

O curta-metragem ‘Vida Maria’ produzido por Márcio Ramos busca abordar com os jovens a quebra dos ciclos de vidas rotineiras. A personagem Maria José é uma menina se diverte aprendendo a escrever o nome, mas é obrigada pela mãe a abandonar os estudos e começar a cuidar dos afazeres domésticos e trabalhar na roça. Enquanto trabalha, ela cresce, casa e tem filhos e depois envelhece e o ciclo continua a se reproduzir nas outras Marias suas filhas, netas e bisnetas. 

Já o documentário ‘Abraço de Maré’, apresenta o dia a dia de quem mora em um centro urbano, sempre atribulado. Enquanto isso, a obra mostra a realidade de cinco pessoas que vivem em sintonia entre a natureza e a cidade. O filme exibe a história de uma família ribeirinha, que mora numa casa de taipa, às margens do Rio Potengui. A reflexão promovida pelo ‘Abraço de Maré’, é essa dualidade e o quanto pode estar mais próxima do que se imagina e não tão distinta do cotidiano. 

Cronograma 
Na próxima sexta-feira, dia 17, o ‘Cinestesia’ fará uma participação especial na Semana da Poesia de Volta Redonda, a partir das 13 horas, na Biblioteca Municipal Raul de Leoni, com o documentário ‘Fala Tu’. A primeira participação do Dagaz através do ‘Cinestesia’, este ano, foi na abertura da Semana da Diversidade de Barra Mansa, no dia 8 de março, e na comemoração dos 127 anos de Barra do Piraí, no dia 10. Já nas escolas, as próximas cidades que vão receber o projeto serão Pinheiral e Porto Real. 

Cinestesia 
O projeto ‘Cinestesia’ consiste na exibição cinematográfica, que inicialmente era realizado em espaço fixo, no Condomínio Cultural do Instituto Dagaz, em Volta Redonda. Desde 2014, a iniciativa passou a ser itinerante e, atualmente, oito municípios são atendidos: Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende e Volta Redonda. 

O Criaad (Centro de Recursos Integrado de Atendimento ao Adolescente) e o Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas) também fazem parte do público assistido pelo projeto. O ‘Cinestesia’ é considerado muito mais do que um polo de exibição cinematográfica, pois entendemos que a função do cinema vai muito além do entretenimento, sendo uma poderosa ferramenta para a transformação social por fazer pensar, provocar o desenvolvimento de uma consciência e de um senso crítico. 

O projeto tem, basicamente, um público alvo específico: estudantes da rede de ensino da educação básica, estudantes do ensino médio e alunos do EJA. Nas apresentações em praças públicas as exibições são estendidas para todas as idades. O objetivo do ‘Cinestesia’ é criar espaços abertos ao diálogo e a troca de ideias a partir da exibição de filmes, documentários, curtas e médias metragens, não comerciais. 

Instituto Dagaz 
O Instituto Dagaz é uma associação sem fins lucrativos, atua desde 2009 com sede em Volta Redonda, certificado pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e reconhecido como Ponto e Pontinho de Cultura. O Instituto beneficia cerca de oito mil pessoas mensalmente. Suas ações, atividades, eventos e programas proporcionam o desenvolvimento sociocultural buscando uma comunidade consciente de sua força e poder quanto cidadãos.