quarta-feira, 12 de setembro de 2012

PREFEITO ATENDE SOLICITACAO E MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA ADERE AO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA


       O Instituto Dagaz, vem realizando no último mês um estudo dos planos de governo na área da cultura dos candidatos à prefeito de Volta Redonda. Analisando cada proposta e ações dos prefeitáveis verificamos que poucos são os candidatos que se preocuparam em ter no seu plano de governo a Cultura como eixo de destaque. 

        Para entender melhor o que defendemos é uma política cultural  em consonância com Plano Nacional de Cultura do Governo Federal, que estabelece os procedimentos e diretrizes aprovados no Sistema Nacional de Cultura para fortalecer a gestão pública da cultura, com base num modelo que reúne a sociedade civil e os entes federativos da República – União, estados, municípios e Distrito Federal – com seus respectivos sistemas de cultura, organizados de forma autônoma e em regime de colaboração. Ou seja, uma política municipal de cultura em consonância com o SNC é aquela onde o Conselho de Cultura é forte, deliberativo, paritário, atuante e eleito de maneira democrática, onde são realizadas conferências com ampla participação dos diversos segmentos culturais e sociais; elaboração de planos de cultura com participação da sociedade já aprovados ou em processo de aprovação pelos legislativos; criação de sistemas de financiamento com fundos específicos para a cultura, de sistemas de informações e indicadores culturais; de programas de formação nos diversos campos da cultura e de sistemas setoriais, articulando várias áreas da gestão cultural.


     

    Para fazer parte desta política, era preciso que VOLTA REDONDA assinasse o termo de adesão e apresentasse suas propostas para um plano municipal organizado, recebemos do Ministério a listagem dos municípios do Rio de Janeiro que aderiram e verificamos que Volta Redonda não estava.

     O Instituto Dagaz representado pela presidente Marinez Fernandes, participou da apresentação do Plano de Governo do atual Prefeito e Candidato Antonio Francisco Neto, na Associação Comercial de Volta Redonda, na última quinta feira, ao perceber que sua proposta de plano de governo não contemplava nenhuma ação especifica para a cultura, a mesma cobrou do prefeito uma explicação e ainda questionou o porquê do Municipio não estar inserido na Plano Nacional de Cultura, de imediato o candidato solicitou a ela que fosse ao seu Gabinete para uma reunião, realizada terca-feira, dia 11 de setembro, as 10h. Durante a conversa todos os questionamentos da área cultural foram  expostos com sugestões e criticas, quando expomos de maneira mais relevante a assinatura do convenio do acordo de cooperação com o Ministério da Cultura, de imediato o prefeito assumiu o compromisso de analisar todo processo e providenciar a adesão do município, entendendo as vantagens da adesão e as obrigações assumidas pelo Governo Municipal em organizar a política cultural de Volta Redonda.

        Hoje, menos de 24 horas após a reunião o MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA ASSINOU O ACORDO e esta inserido no SISTEMA NACIONAL DE CULTURA.

      Independente do candidato vencedor das próximas eleições a vitória foi do MUNICIPIO E PRINCIPALMENTE DA CLASSE ARTISTICA E GESTORES DE CULTURA, que agora conta com os mecanismos legais que garantam o exercício de uma política cultural mais democrática.
Para maiores informações acesse o site:  http://blogs.cultura.gov.br/snc/

Um comentário:

  1. Mais uma vez quero parabenizar ai instituto dagaz pelo seu trabalho cultural, acompanho bem de perto as realizações e aprendo muito a cada dia e sem demagogia nenhuma vejo que seria a cultura muito bem representada se no caso eu tivesse concorrendo a prefeitura um convite para que assumisse a secretaria de cultura se caso eu fosse eleito, fica ai a sugestão para os prefeitáveis

    ResponderExcluir