segunda-feira, 14 de maio de 2012

CARTA ABERTA À COMUNIDADE

        Nós, do Instituto Dagaz vimos por meio desta prestar esclarecimentos a comunidade de Volta Redonda a respeito do posicionamento de nossa instituição durante a solenidade de entrega do prêmio “Mão Solidária”, realizado no auditório da Prefeitura Municipal de Volta Redonda, em 11 de maio. 

     Solenidade cuja finalidade seria a distribuição de recursos doados por empresas privadas de nosso município às instituições sem fins lucrativos inscritas na Conselhos Municipal de Assistência Social. Durante o processo de inscrição para o projeto “Mão Solidária” não houve divulgação ou informação sobre os critérios de seleção e premiação dos contemplados. 

    Ao tomar conhecimento dos valores distribuídos, nossos representantes foram surpreendidos com a disparidade dos valores doados às instituições presentes. Nesse sentido, a recusa ao valor doado à nossa instituição se deve à falta de transparência nos critérios de seleção ao longo do processo e na desigualdade doas doações. 

       Reiteramos que Instituto Dagaz é certificado pelo Conselho Municipal de Assistência Social, do Direita da Criança e do Adolescente e possui o título de utilidade pública municipal. O nosso trabalho objetiva a inclusão social e a democratização do acesso às artes e à cultura de uma parcela ostracizada da população. 

    Através do “Condomínio Cultural”, espaço aberto à comunidade, atendemos diretamente cerca de 450 crianças e jovens, sem contar os adultos que também participam das oficinas gratuitas. Deixamos claro que não somos contrários à iniciativa do projeto “Mão Solidária”, acreditamos na relevância dessa ação. Entretanto, questionamos a falta de transparência e critérios para a distribuição dos recursos aos contemplados.

     Atenciosamente,


    Equipe do Instituto Dagaz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário